Um mar de estrelas
18 de Setembro de 2013

Esta fotografia mostra-nos a Nebulosa do Camarão. A imagem encontra-se salpicada de centenas de estrelas azuis, que cintilam entre os coloridos remoinhos de gás. Todo este colorido parece sugerir-nos algo como um camarão a nadar no mar. Mas como sabemos quais as estrelas que fazem parte da nebulosa, quais estão à sua frente e quais estão por trás? Medir o quão longe estão os objetos cósmicos é uma tarefa complicada. Felizmente para nós, os astrónomos são um grupo de pessoas muito inteligentes, e conseguiram chegar a várias conclusões! Graças a elas sabemos que a maioria das estrelas azuis desta imagem pertence a um enxame de estrelas que se encontra muito mais perto de nós do que a nebulosa.

Uma vez determinada a distância a um objeto, torna-se muito mais fácil calcular o seu tamanho. A nebulosa do Camarão é tão grande que a luz leva 250 anos a viajar de uma extremidade a outra - e a luz viaja mais rápido do que qualquer outra coisa no Universo! A nebulosa ocupa no céu noturno uma área quatro vezes maior do que a Lua cheia!

Mas, apesar deste tamanho enorme, a maioria das pessoas não lhe presta muita atenção. Não é nada de pessoal, trata-se apenas do facto de a nebulosa do Camarão ser muito ténue. O seu brilho deve-se à luz das suas estrelas vizinhas. O enxame de estrelas vizinho brilha com luz ultra-violeta que não pode ser vista pelos olhos humanos, e é esta poderosa luz que faz brilhar a nebulosa do Camarão.


Facto curioso

A nebulosa do Camarão aparece muito ténue quando observada pelos nosso olhos, na luz visível. Por isso, para tornar esta fotografia mais apelativa, as cores recolhidas pelo telescópio foram realçadas.

This Space Scoop is based on a Press Release from ESO.
ESO

tradução: Paula Furtado (NUCLIO - Núcleo Interactivo de Astronomia)

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653