Duo dinâmico
4 de Dezembro de 2019

Tal como quando, nos meses de verão, ficamos com muito calor e nos queremos livrar de algumas camadas de roupa, também os planetas se libertam das camadas externas das suas atmosferas quando aquecem demasiado! Ao utilizar um telescópio de grandes dimensões, situado no deserto do Chile, os astrónomos encontraram indícios de um planeta gigante que está a fazer isso mesmo!

Mas não se trata de um planeta vulgar.

Este planeta é único, porque se trata do primeiro que foi encontrado a orbitar um tipo especial de estrela, chamado anã branca.

Quando uma estrela como o Sol acaba de queimar o seu combustível, começa a ruir sobre si mesma. O material que está no seu núcleo acaba esmagado e transformado numa bola de pequenas dimensões e muito pesada. Essa bola ainda é uma estrela, uma anã branca. A estrela original também perde as camadas mais exteriores de gás, que são lançadas para o espaço.

Este par peculiar, de um planeta em torno de uma anã branca, dá-nos uma imagem do aspeto que poderá vir a ter o nosso Sistema Solar, no futuro distante. No fim da sua vida, o nosso Sol também se tornará uma pequena anã branca.

Facto curioso

As anãs brancas são dos mais antigos objetos do Universo, uma vez que são a fase final do ciclo de vida da maior parte das estrelas (como o nosso Sol!).

This Space Scoop is based on a Press Release from ESO.
ESO

Portal do Astrónomo / NUCLIO

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653