Os astrónomos conseguem visão em 3D
30 de Abril de 2015

Observe esta famosa fotografia de um objeto cósmico denominado Nebulosa da Águia. Consegue dizer quantas colunas estão na fotografia? Consegue distinguir quais estão à frente e quais estão atrás?

Um grande problema para os astrónomos é que não conseguem viajar para explorar os objetos cósmicos mais distantes do Sistema Solar. Apenas podem ver imagens do céu a duas dimensões, em vez de objetos tridimensionais.

Tridimensional (ou 3D) significa que algo tem três dimensões: altura, comprimento e profundidade. É como, por exemplo, termos um modelo de um barco e o compararmos com a sua fotografia. Podemos dizer muito mais sobre o barco através do modelo do que através da fotografia.

Mas, apesar das dificuldades que resultam de estarem “presos” na Terra, os astrónomos conseguiram finalizar a primeira imagem 3D de um dos objetos astronómicos mais famosos: esta mesma Nebulosa da Águia!

A Nebulosa da Águia é formada por várias colunas de grandes dimensões de gás e poeira cósmicos, onde se estão a formar novas e maciças estrelas. Agora pode desfrutar em cheio deste objeto, como se estivesse a sobrevoá-lo!

Esta nova imagem mostra-nos que os Pilares da Criação são na realidade formados por quatro colunas separadas. No entanto, da nossa posição na Terra, não conseguimos ver o objeto na sua totalidade.


Facto curioso

Os astrónomos referem-se muitas vezes ao tempo como sendo a quarta dimensão do Universo.

This Space Scoop is based on a Press Release from ESO.
ESO

tradução: Paula Furtado (NUCLIO - Núcleo Interactivo de Astronomia)

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653