Luz Estelar Distante Cria Falso Amanhecer
4 de Novembro de 2014

Imagina que viajas com os teus pais de automóvel depois de teres passado o dia em casa dos teus avós. Viajam através de uma estrada no campo e ao olhares para cima vês uma pirâmide de luz difusa a erguer-se no horizonte. Parece a luz de uma povoação próxima, mas não existem povoações nessa direção. Poderia ser o amanhecer mas o Sol pôs-se uma hora atrás. Então de que se trata?

Este misterioso brilho chama-se “falso amanhecer” ou “luz zodiacal”. É causado pelo reflexo da luz solar nas escuras poeiras cósmicas do sistema solar. Estes grãos rochosos sobraram da formação dos planetas e das luas à cerca de 5 mil milhões de anos atrás.

Combinando o poder de quatro grandes telescópios num supertelescópio os astrónomos conseguiram observar cerca de quase 100 estrelas distantes. Conseguiram descobrir a fantasmagórica luz zodiacal brilhando à volta de nove delas, tal como vemos no nosso sistema solar!

O brilho à volta destas estrelas distantes é causado pela reflexão da luz na poeira cósmica. Esta poeira é formada por pedaços de asteróides e cometas fundidos. Apesar desta poder ser uma bela e excitante descoberta, nem tudo são boas notícias.

Procurar planetas à volta de outras estrelas é uma tarefa muito difícil. Estes mundos alienígenas estão tão distantes que parecem tremendamente pequenos e escuros. Este facto torna-os quase impossíveis de fotografar.

Na realidade, já se descobriram quase 2000 planetas à volta de estrelas distantes, dos quais apenas 20 foram fotografados! Os restantes foram descobertos usando truques inteligentes como a “observação da oscilação”.

Tal como uns faróis brilhantes numa estrada escura, o brilho da luz de um falso amanhecer tornaria ainda mais difícil detectar planetas semelhantes à Terra que se encontrem dentro de um sistema solar longínquo.

Facto curioso

A luz zodiacal observada à volta destas 9 estrelas é 1000 vezes mais brilhante que as que observamos no nosso céu noturno!

This Space Scoop is based on a Press Release from ESO.
ESO

tradução: Paula Furtado (NUCLIO - Núcleo Interactivo de Astronomia)

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653