Nunca tente esconder a sua nave atrás de uma nebulosa!
16 de Abril de 2014

Esta nova imagem do espaço revela uma nebulosa chamada Gum 41, que é formada por hidrogénio, o gás mais comum do Universo.

No meio desta nebulosa encontra-se uma grande quantidade de jovens, brilhantes e quentes estrelas. Ao libertarem luz com elevada energia, as estrelas fazem com que o hidrogénio brilhe com esta cor escarlate.

Muitas das imagens astronómicas mais famosas são de nebulosas muito coloridas, tal como esta. Nestas imagens as nuvens de gás parecem espessas e brilhantes, mas essa é uma ideia enganadora!

Se um ser humano viajasse numa nave espacial até Gum 41, muito provavelmente nem daria conta de que estava no seu interior! Estas nuvens espalham-se de uma forma tão ténue que se tornam demasiado débeis para poderem ser vistas pelo olho humano.

Elas são como um nevoeiro extremamente fino. Quando observado a alguns metros, o nevoeiro parece uma barreira espessa, mas ao aproximarmo-nos parece dispersar-se e desaparecer - à medida que vamos penetrando nele, parece que nunca conseguimos alcançá-lo! Isto ajuda-nos a explicar a razão desta grande e brilhante nuvem só ter sido descoberta em 1951!

Facto curioso

Nem sempre pode acreditar no que vê na TV; “Star Trek”, “Star Wars” e “BattleStar Galactica”, em todas  estas séries surgem naves espaciais que se escondem atrás de espessas nebulosas gasosas. Mas agora já sabe - estas nuvens não são um bom refúgio para uma nave espacial que esteja a tentar esconder-se!

This Space Scoop is based on a Press Release from ESO.
ESO

tradução: Paula Furtado (NUCLIO - Núcleo Interactivo de Astronomia)

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653