Condições Cósmicas apropriadas para a Classe Nobre
19 de Dezembro de 2013

Tudo o que existe na Terra, no nosso Sistema Solar, na nossa galáxia, tudo o que possa tocar, ver, cheirar ou sentir, enfim, tudo o que existe no nosso Universo, pode ser dividido em apenas 98 materiais produzidos naturalmente e que são chamados “elementos químicos”. Alguns dos elementos que talvez conheças são o oxigénio, o ferro, o ouro e a prata.

Quando um ou mais elementos se juntam, passamos a ter “moléculas”. Estas constituem os milhares de componentes dos restantes materiais do universo. Água e dióxido de carbono são exemplos de moléculas. Mas existem alguns elementos “solitários”, que não se ligam a outros elementos para formar moléculas. Os “gases nobres” são um grupo de elementos químicos a quem desagrada particularmente estabelecer ligações, daí serem encontrados geralmente sozinhos.

Fazermos esta afirmação significa que, em determinadas condições especificas, podem formar-se moléculas. Estas condições foram criadas em laboratório por diversas vezes, e os cientistas conseguiram criar muitas moléculas de gases nobres. Mas estas moléculas nunca foram encontradas no espaço, levando os cientistas a pensar que as condições ideais para a existência destas moléculas não existia no espaço… até agora!

A Nebulosa do Caranguejo, que pode ser observada nesta imagem, formou-se há 1000 anos, quando explodiu uma estrela maciça. Um novo estudo sobre este objeto bastante conhecido revelou algo de surpreendente - uma molécula rara, chamada hidreto de árgon. Esta molécula forma-se quando o gás nobre árgon se liga ao elemento mais comum do Universo, o hidrogénio. Parece que a Nebulosa do Caranguejo proporciona as “condições necessárias” que quase já tínhamos perdido a esperança de encontrar!

Facto curioso

Existem atualmente 118 elementos químicos conhecidos, mas apenas 98 ocorrem na natureza. Os restantes elementos são sintetizados em laboratório. Todos os elementos químicos conhecidos estão organizados na tabela periódica.

This Space Scoop is based on a Press Release from ESA.
ESA

tradução: Paula Furtado (NUCLIO - Núcleo Interactivo de Astronomia)

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653