O Universo é um lugar frio!
15 de Maio de 2013

O Universo é um lugar muito frio. Se desse uma volta completa ao cosmos num autocarro turístico, iria poder observar uma série de atrações “quentes” como o Sol, buracos negros monstruosos e milhares de milhões de estrelas brilhantes. Mas, maioritariamente, o espaço é incrivelmente frio. O escuro vazio que constitui a maioria do Universo tem uma temperatura de cerca de - 270 ºC! Um valor ligeiramente acima do “zero absoluto”, que é de -273 ºC, a temperatura mais baixa possível.

O estranho objeto na imagem também é “frio”. Pode parecer-se com uma fita flamejante de fogo quente expandindo-se pelo espaço, mas na realidade trata-se de uma nuvem fria de gás e poeira, a uma temperatura de -250 ºC! O que é muito frio!

A cor vermelha é o débil brilho da luz que os nossos olhos não conseguem ver. Isto é fácil de perceber se imaginar que a luz é como o som: alguns sons são demasiado baixos para serem escutados pelos nossos ouvidos, mas alguns animais como as baleias conseguem ouvi-los. A luz invisível que é emitida pela nuvem vermelha desta imagem é chamada radiação rádio — a mesma que é usada para enviar informação para os rádios e telemóveis. Da mesma forma que os nossos ouvidos não conseguem ouvir sons muito baixos, os nossos olhos não conseguem ver luz rádio. No entanto, alguns dos nossos telescópios conseguem. Os astrónomos formam imagens a partir dos dados recolhidos por estes telescópios, colorindo-as para que possamos desfrutar destes objetos, que de outra forma seriam invisíveis.

Pode parecer estranho que escolham a cor vermelha para colorir algo tão frio. Normalmente associamos o vermelho a cores quentes, como a torneira da água quente ou o fogo, e as coisas frias ao azul. Mas no espaço as coisas funcionam ao contrário. Os pontos azuis brilhantes dispersos pela imagem são estrelas — estrelas muito quentes e jovens. À medida que estas estrelas vão esfriando, vão-se tornando mais vermelhas.


Facto curioso

Onde está o ponto mais frio no Universo? Não é o pólo sul, onde as temperaturas caem até uns meros -62 ºC. Nem sequer no espaço exterior mais profundo. Tanto quanto se sabe, foi justamente aqui na Terra que a temperatura mais baixa foi alcançada! Os cientistas conseguiram produzir em laboratório temperaturas incrivelmente próximas do zero absoluto!

This Space Scoop is based on a Press Release from ESO.
ESO

tradução: Paula Furtado (NUCLIO - Núcleo Interactivo de Astronomia)

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653