Soprando bolhas
16 de Novembro de 2012

Os astrónomos captaram um evento muito especial no espaço: chamado de "renascer da nebulosa planetária". Isso é uma bolha de gás dentro de uma bolha anteriormente soprada, ou nebulosa, tal como pode ver nesta imagem. A maioria das estrelas transforma-se numa nebulosa planetária no final de suas vidas e às vezes, como neste caso, fazem a mesma coisa duas vezes. 

Quando uma estrela como nosso Sol queimou todo o seu combustível, expande-se formando uma enorme gigante vermelha com mais de dez vezes o seu tamanho original. A estrela tem então dificuldades em segurar as suas camadas exteriores, que maioritariamente sopra para no espaço. Enquanto isso, o núcleo emite uma radiação tão intensa do seu interior “atacando” essas camadas soltas e transformando-as numa nebulosa planetária – uma colorida e brilhante nuvem de gás. 

Em alguns casos, raros, o núcleo, em seguida executa o mesmo truque: ele expandindo-se e transformando-se numa nebulosa. Desta vez, chamamo-la de "nebulosa planetária renascida". Em comparação com o tempo de vida de uma estrela, as nebulosas têm um tempo de vida curto. Dissolvem-se no espaço ao fim de alguns milhares de anos. Isto faz com que as nebulosas sejam difíceis de detetar e as nebulosas renascidas ainda mais! Mas desta vez os astrónomos conseguiram apanhá-la na máquina fotográfica! 

Facto curioso

: há alguns séculos atrás quando as pessoas observaram o espetáculo colorido de uma nebulosa planetária através de um telescópio, pensavam estar a olhar para um planeta gasoso daí o nome “planetária”. 

This Space Scoop is based on a Press Release from Chandra X-ray Observatory.

Paula Furtado / NUCLIO

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653