Segredos de um mundo alíenigena
11 de Outubro de 2012

Em janeiro de 2005, a sonda Huygens mergulhou nos nebulosos céus de Titã, a maior lua de Saturno. Tornou-se a primeira e única sonda a pousar num mundo tão longe da Terra, o que não é surpreendente, considerando que levou mais de 7 anos para lá chegar!

Titã é um dos lugares mais parecidos com a Terra no Sistema Solar. Titã tem atmosfera tal como a Terra, mas essa atmosfera é muito mais densa e espessa, alcançando uma altitude maior do que a da Terra. A atmosfera cobre a superfície de Titã como um nebuloso cobertor laranja, escondendo os seus segredos dos nossos olhos. A missão Huygens tinha como objetivo revelar esses segredos, e conseguiu-o! Forneceu centenas de imagens da paisagem alienígena de Titã!

Agora, passados quase 8 anos deste evento, os cientistas continuam a explorar este mundo alienígena, usando as informações da Huygens como os seus olhos. Foram 10 segundos de angústia desde o primeiro impacto, em que a sonda deslizou, saltou e vacilou até parar por completo. Cientistas da Agência Espacial Europeia criaram uma simulação de computador para mostrar exatamente como a aterragem terá sido. 

Esses poucos momentos após o impacto revelaram novos segredos sobre a superfície de Titã. A maneira como a sonda Huygens se moveu quando aterrou mostra que há uma fina camada de gelo sobre a superfície, debaixo da qual o terreno se assemelha à areia molhada que encontramos nas praias da Terra! 

 

Facto curioso

Titã é a segunda maior lua do Sistema Solar, maior do que a nossa Lua e até mesmo maior do que o planeta Mercúrio.

This Space Scoop is based on a Press Release from ESA.
ESA

Paula Furtado / NUCLIO

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653