Os astrónomos encontraram vida... na Terra?!
29 de Fevereiro de 2012

Ao observarmos esta foto, parece-nos que a Lua quer estar simultaneamente em fase crescente e cheia! Isto acontece devido ao facto de alguma da luz solar ser reflectida pela Terra, iluminando "timidamente" o lado da Lua que está na sombra, ou seja, que não está iluminado pelo Sol. Isto é o chamado brilho-terrestre. Recentemente, os astrónomos usaram o "brilho" da Terra na procura de alienígenas. 

As quantidades de determinados gases, como oxigénio, ozono, metano e dióxido de carbono na atmosfera de um planeta podem indiciar sinais de vida. Estudando a luz que é reflectida pelos planetas – o brilho-planetário - os astrónomos podem, a partir da Terra, determinar a composição da atmosfera desses planetas.

Mas o brilho dos planetas é muito fraco quando comparado com a luz brilhante das estrelas, tornando difícil a sua observação. No entanto, quando a luz é reflectida por um planeta, algo acontece à luz que altera algumas das suas propriedades. Os astrónomos designam esta luz "alterada" como polarizada. Assim, procurando especificamente por luz polarizada, os astrónomos podem identificar a fraca luz refelctida pelos planetas.

Recentemente, os astrónomos testaram esta técnica estudando o "brilho" da Terra. Assim, trabalhando a partir do exterior, descobriram que a atmosfera terrestre é parcialmente coberta por nuvens, existindo oceanos e plantas na superfície da Terra! Isto pode parecer disparatado, mas este novo método pode eventualmente levar-nos a encontrar vida noutros locais do Universo! 

Facto curioso

As nuvens que cobrem a Terra reflectem muito mais a luz solar do que os oceanos e o solo. Isto significa que a Terra "brilha" muito mais quando o tempo está nublado.

This Space Scoop is based on a Press Release from ESO.
ESO

Carlos Antunes SAntos / NUCLIO

Imagem
Versão para imprimir
Mais space scoops

Ainda com curiosidade? Aprende mais...

O que é o Space Scoop?

Descobre mais Astronomia

Inspirando uma nova geração de Exploradores Espaciais

Amigos do Space Scoop

Contacta-nos

This website was produced by funding from the European Community's Horizon 2020 Programme under grant agreement n° 638653